6ª Carta


Vivo cada dia, aguardando um contacto, um sinal, uma lembrança. Vivo cada saudade, com ternura, recordo os melhores momentos. Enfrento o dia, encaro a realidade, mas nunca me esqueço de ti.

Todos os dias da minha vida vejo-te nos meus sonhos, todos os desejos de felicidade, ofereço-te protecção em todos os teus caminhos. Na escuridão, o teu olhar iluminava-me, guiava-me ao certo. Sinto a tua falta, mesmo sabendo que estou mais próximo de ti do que possas imaginar. Enquanto viver, irei amar-te em silêncio, porque foi o que me restou.

Até que ponto chegou este amor que se transformou em saudades, em lembranças, lembranças boas, lembranças más. Prefiro ficar com as lembranças boas porque são elas é que confortam a minha alma.
Tu disseste que me adoras, mas afastas-te de mim lentamente, quase parada, mas ao mesmo tempo decidida a não voltar. Tu disseste que eu sou teu, mas abandonas-me, deixas-me na amargura, na ansiedade sem notícias tuas.

A que ponto chegou o nosso amor. Que fica nesse vai e vem sem solução. Meu amor! Que bom seria se houvesse um diálogo, aquele chamado de ponto nos is para que possamos conversar e tirar todas as dúvidas que atormentam o nosso pensar e que deixa o nosso coração tão triste, sem rumo a tomar.
Dizem meu amor, que o “tempo cura tudo”, mas o meu tempo adormeceu entre o gelo do inverno passado, mesmo na primavera, com a chegada do verão não conseguiu descongelar totalmente, apresentando uma fria lágrima derramada por ti.

Sabes meu amor, um dia vamos rir de tudo o que aconteceu, por tudo o que passamos, por tudo o que sofremos, a distância, as palavras duras que nos atingiram em cheio, por termos almas sensíveis que não se adequada à rudez de um momento impetuoso. Sei que vamos sorrir muito. Um dia quem sabe meu anjo, possamos encontrar nem que seja na eternidade e de mãos dadas vamos caminhar; caminhar ao encontro da felicidade!

Agora só quero que fiques em paz meu amor, eu amo-te!

 

 Hc Poesias ®

Anúncios

About hcorreia2003

Eu gosto de viver. Já me senti ferozmente, desesperadamente, agudamente infeliz, dilacerado pelo sofrimento, mas através de tudo ainda sei, com absoluta certeza, que estar vivo é sensacional.
Esta entrada foi publicada em poemas de amor. ligação permanente.

One Response to 6ª Carta

  1. Doce Liberdade diz:

    Tão encantador o que você escreve !!
    Tem os meus parabéns.*-*

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s