Monthly Archives: Novembro 2011

Oh…se te Amo


Texto dedicado a alguém, mas com sabor a Adeus. Amor é vida e como tal, pode ser longo, curto, rico, pobre, e tantas vezes enfermo. Por vezes tem cura, outras, não. Umas vezes possível, outras impossível! Por mais que se … Continuar a ler

Publicado em O meu Livro, Sonhos | 1 Comentário

Hoje sinto-me…


Hoje sinto-me… como ontem. Sinto-me uma barca sem remos que deriva nas águas ansiosas sem poder mudar a rota. Um soçobro disposto a permitir que os seus alvéolos se inundem de água para que o fim chegue mais célere. Um … Continuar a ler

Publicado em O meu Livro, Solidao | 1 Comentário

Sentimos


  Cada beijo, cada olhar e cada gesto como se fosse só nosso. Como se pudesse durar para sempre. A cada passo despreocupado, a cada sorriso involuntário caímos na certeza construída de que desta vez acertámos, que desta é que … Continuar a ler

Publicado em Solidao | 1 Comentário

Poesias e contos


Sonhos são como nuvens deitadas num canto de mim. Envolvem-me no seio das suas gotas orvalhadas de desejo. Em alguns sonhos quero proteger-me do massacre que me inunda a alma de paixão. Quando o meu corpo, fraco me atraiçoa é … Continuar a ler

Publicado em O meu Livro | Deixe um comentário

Conto…


[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=tAljz-AAH44 Hcorreia era médico de cirurgia vascular a rondar os cinquenta anos, tinha um filho que vivia com a ex-mulher, figura simpática e com um rosto enovelado donde sobressaíam uns olhos grandes e vivos, muito escuros. Após o jantar, e … Continuar a ler

Publicado em O meu Livro | Deixe um comentário

Vou dormir


Vou dormir   Vou dormir. A lassidão nos olhos provocada por uma semana louca, não me permitem enxergar os ponteiros do tempo. Vou dormir. São horas de entrar no mundo que me é tão querido, o dos sonhos. Apago primeiro … Continuar a ler

Publicado em amor, Sonhos | Deixe um comentário

Noite…


Sei que algures a vida ainda me espera. Só que quanto mais vivo, menos me conheço! Mais dúvidas me assistem. O meu interior é compartilhado, talvez seja por muitos, ou por ninguém. Eventualmente serei alguém que não é de ninguém. … Continuar a ler

Publicado em O meu Livro, Sem categoria | Deixe um comentário

Lua


Espera por mim como se esta fosse a tua primeira noite de amor, e espera por ti como se esta fosse a minha primeira noite de amor. Eu serei o teu capricho perfeito. Usarei os meus dedos macios nos teus … Continuar a ler

Publicado em Sonhos | Deixe um comentário

Noite Eterna


Os candeeiros da rua já se acenderam. É noite! Anoitece mais uma vez na fronha dos meus lençóis e tu não estás. Penso se estarás a pensar em mim! Olho pela janela e fico encadeado com o esplendor da lua … Continuar a ler

Publicado em Sonhos | 3 comentários

Porque me fizeste nascer…


Fui nascido na penumbra de uma curiosa. E quão difícil é nascer. Se o soubesse teria recusado a tal, e permaneceria para todo o sempre no teu doce e aconchegado ventre de mulher, minha mãe. Aí senti-me sempre seguro e … Continuar a ler

Publicado em amor, Lua, Estrelas & Sol, O meu Livro | Deixe um comentário