Monthly Archives: Junho 2010

Confissão


Hoje o Sol não brilha nem sei se voltará a brilhar, fiz uma coisa horrivel da qual terei que  com ela viver… Regressei mas com um peso na minha consciência. Magoei a  unica pessoa que jamais poderia ter magoado… Não … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário

Pai


A UM AUSENTE CHAMADO PAI… Tenho razão de sentir saudade,tenho razão de te acusar.Houve um pacto implícito que rompestee sem te despedires foste embora.Detonaste o pacto.Detonaste a vida geral, a comum aquiescênciade viver e explorar os rumos de obscuridadesem prazo … Continuar a ler

Publicado em saudades | Deixe um comentário

Eu queria…


Queria escrever lindas palavras de amor…mas estou tão cansado…a minha memória anoiteceu…as palavras soluçam…num canto dolente…atravessando o silêncio, nas palavras que ficaram no tempo…na distância do que somos…ecos mudos duma saudade…palavras cansadas do meu peito… ardendo na solidão…nas minhas lágrimas … Continuar a ler

Publicado em Lua, Estrelas & Sol | Deixe um comentário

O meu Poema


  No meu poema…há o silêncio da noite…a escuridãoHá saudade…há lembranças…minha amarguraInstante eterno…intensa dor…negra solidãoMeu poema é rima triste…noite escura Meu poema…escrito a sangue…abismo fundoNa tua presença…há uma ausência sem fimHá um frio que sufoca…um grito profundoHá um latejar…um corpo … Continuar a ler

Publicado em Sonhos | Deixe um comentário

Vento de angustia


Suspenso no tempo sopra um vento de angústia…num abismo de eternidade…sem passado…sem futuro…num presente esmagado pelas palavras…sem palavras…instante absoluto arrastado pelos anos…marcados de dor…profundo silêncio, no desespero mais escuro da alma…espaço e tempo de solidão…encantamento triste…um toque de sinos da … Continuar a ler

Publicado em saudades | 1 Comentário

Sombra de mim


  Em vão por ti…na noite minha alma clamaMas tudo é solidão…silêncio profundoÉ escuridão e vazio…essa voz que me chamaNo fundo do meu ser…grito ao mundo Sou sombra…entre o poente e a alvoradaSombra da noite…que não amanheceSombra de mim…de ti…do … Continuar a ler

Publicado em Solidao | Deixe um comentário

Meu Corpo


  Meu corpo é terra retalhada…frio OutonoMorre aos poucos…na sombra dos meus diasNas cinzas eternas…onde caminha o sonhoVive o desengano…no ontem de alegrias Perdido na dor…meu corpo chora por mimInvade meu peito…com o seu silêncioNa sombra das palavras…na ausência de … Continuar a ler

Publicado em saudades | Deixe um comentário

Coração Magoado


  Num tempo distante…minha lembrança perduraNas folhas de melancolia…que meu corpo vestiuEnvolto em agonia…meu coração é noite escuraVagando na sombra…este amor tão frio Arranco as palavras…do livro das minhas mágoasAmordaço o amor…no meu coração desfeitoEsqueço meu corpo…no rio das minhas … Continuar a ler

Publicado em Solidao | Deixe um comentário

Pedis-te…


Pediste um dia que te desenhasse. Pintasse. E eu, louco, como só os loucos e amantes sentem, acedi. Peguei no carvão e tentei desenhar o teu rosto. Saíram traços perfeitamente delineados. Olhei a minha obra e emudeci. Do papel, observavam-me … Continuar a ler

Publicado em poemas de amor | Deixe um comentário

Eclipse Lunar


Oh, c’um caraças…deu-me aqui uma overdose de saudades que nem imaginam… Amo-te tanto, meu amor…gosto tanto de estar contigo…e preciso tanto de ti!Desculpa se te magoei e se errei…Desculpa ser impaciente ou incorrecto por vezes… Amo-te mais que tudo na vida… … Continuar a ler

Publicado em amor | 1 Comentário